Nossa área chamada Mesa Editorial, responsável pelas revisões dos textos dos nossos clientes, passou por uma reformulação para, cada vez mais, ajudar nossos clientes  em seus textos. Essa área deixou de existir e agora o DINO possui uma área chamada INSIGHT EDITORIAL, composta por jornalistas, redatores e revisores, que publicam mais de 15 mil textos por ano. Além de ajudarem na revisão do texto, eles também darão dicas de como aprimorá-lo para que o cliente publique um conteúdo que sua audiência, e os nossos parceiros, adorem. Essa área vem para somar e trabalhar junto com os nossos clientes. 

A área de Insight Editorial é composta por dois pilares: FUNDAMENTOS EDITORIAIS E INSIGHTS EDITORIAIS.

1º PILAR: FUNDAMENTOS EDITORIAIS

São alterações/ajustes que nossos parceiros exigem para a publicação de uma matéria.

Abaixo estão os pontos que serão analisados e que poderão aparecer em uma solicitação de revisão:

  • ORTOGRAFIA: para que a matéria não seja publicada com algum erro ortográfico e necessite de uma errata, nossos jornalistas analisam profundamente essa questão. Para que o texto não volte para edição por esse requisito, sugerimos que ele seja escrito em um software, como o Word ou o Google Docs, para melhor identificar possíveis erros ortográficos.
  • TIPO DO TEXTO: é necessário  que o texto seja jornalístico, ou seja, traga algum tipo de informação relevante ao leitor.
  • NARRATIVA: uma das principais características de uma notícia é que ela seja escrita na 3ª pessoa e que a mesma tenha no mínimo 3 parágrafos no corpo do texto.
  • IMAGENS: não é permitido retratos. Para publicar a foto de uma pessoa, a foto deve ser da pessoa exercendo sua atividade ou dando uma palestra, por exemplo. Se a foto tiver o logo de uma empresa/marca, o mesmo não pode ocupar mais do que 15% da imagem. Tenha preferência por fotos horizontais (paisagem). Não deve conter marca d'água de banco de imagens ou assinaturas de fotógrafos diretamente na imagem. DICA: caso tenha dificuldade para encontrar uma imagem, indicamos a utilização de banco de imagens, como pexels.com ou pixabay.com, para procurar alguma imagem de acordo com o tema.
  • DADOS NO TEXTO: ao citar algum dado no texto, é sempre necessário informar a fonte dele. Isto faz com que o texto passe mais credibilidade, relevância e seriedade. 
  • NOMES: somente alguns nomes são permitidos em títulos, que são: Associações Comerciais, contas pessoais ou de empresas verificadas no Instagram ou Facebook, qualquer empresa de capital aberto, sindicato e Órgãos do Governo.

    (Importante: o item "NOMES" é válido somente para os seguintes planos: Master, Profissional e Avançado).
  • REPETIÇÃO DE CONTEÚDO: é bacana lembrar que não é necessário acrescentar novamente o título, resumo ou citação no corpo de seu texto e que eles não podem ser iguais.
  • ARTIGOS: o DINO não faz publicações de artigos então se houver alguma assinatura solicitamos para que a mesma seja acrescentada apenas no final do texto. 
  • CONTEÚDOS COMERCIAIS: queremos  te ajudar a ter visibilidade e potencializar as suas vendas através de autoridade, mas nossos parceiros não aceitam conteúdos demasiadamente comerciais, sugestivos ou publicitários.
  • CONTEÚDOS INSTITUCIONAIS: Manifestos, memorandos e comunicados internos são textos estritamente institucionais. Nossos parceiros não permitem este tipo de veiculação, lembre-se de sempre deixar seu texto com um teor jornalístico.
  • USO DO NOME DE TERCEIROS: sempre que algum terceiro for mencionado na matéria solicitamos que nos mande um e-mail informando que o mesmo lhe deu permissão para a publicação dessa informação.

2º PILAR: INSIGHTS EDITORIAIS

Neste pilar os jornalistas do DINO dão dicas para deixar os textos ainda melhores. Utilizamos nosso know-how para potencializar os textos dos nossos clientes, pois nossos jornalistas lêem e publicam mais de 15 mil conteúdos por ano.

Inserção de dados de mercado, pesquisas, citações, uma foto diferente ou até dicas na forma de transmitir uma informação, são alguns exemplos de dicas que eles poderão oferecer. As dicas irão variar de acordo com o tema e o texto de cada cliente.

Neste pilar, diferente do pilar Fundamentos Editoriais, o cliente não é obrigado a seguir as dicas. Mas, fazemos questão de reforçar que as dicas são muito bem pensadas e embasadas nas experiências acumuladas dos nossos jornalistas. Nós queremos que os nossos parceiros e leitores amem os conteúdos dos nossos clientes. Queremos sempre ajudar nossos clientes a criarem conteúdos de qualidade e que aumentem a sua autoridade.

Encontrou sua resposta?